fbpx

ESTÁS NO INÍCIO DE UM RELACIONAMENTO? NÃO COMETAS ESTES 5 ERROS

O início de um relacionamento é para ser descontraído, fácil e leve. Em vez de analisar cada movimento um do outro, ou se stressar com muita conversa sobre o futuro, devem-se divertir e conhecerem-se.

Isso para dizer que, no momento em que as coisas parecem ir numa direção de longo prazo, provavelmente vais querer evitar cometer certos erros, que podem levar a problemas no futuro do teu relacionamento. Sim, estou a falar de ignorar sinais, ir excessivamente rápido, e contar pequenas mentiras – todas as quais podem voltar para te prejudicar no futuro.

Logo no princípio sejam honestos um com o outro sobre o que estão a procurar num relacionamento, e sejam o mais abertos e verdadeiros possíveis sobre o que estão a trazer um ao outro. Isso vai prepará-los para um relacionamento saudável, livre de armadilhas tóxicas, e mantê-los numa relação feliz e saudável para os anos seguintes.

Aqui, alguns erros bastante comuns que podem levar a um relacionamento tóxico e não duradouro.

ESTÁS NO INÍCIO DE UM RELACIONAMENTO? NÃO COMETAS ESTES 5 ERROS

O início de um relacionamento é para ser descontraído, fácil e leve. Em vez de analisar cada movimento um do outro, ou se stressar com muita conversa sobre o futuro, devem-se divertir e conhecerem-se.

Isso para dizer que, no momento em que as coisas parecem ir numa direção de longo prazo, provavelmente vais querer evitar cometer certos erros, que podem levar a problemas no futuro do teu relacionamento. Sim, estou a falar de ignorar sinais, ir excessivamente rápido, e contar pequenas mentiras – todas as quais podem voltar para te prejudicar no futuro.

Logo no princípio sejam honestos um com o outro sobre o que estão a procurar num relacionamento, e sejam o mais abertos e verdadeiros possíveis sobre o que estão a trazer um ao outro. Isso vai prepará-los para um relacionamento saudável, livre de armadilhas tóxicas, e mantê-los numa relação feliz e saudável para os anos seguintes.

Aqui, alguns erros bastante comuns que podem levar a um relacionamento tóxico e não duradouro.

1. Colocar a tua própria vida em stand by

Toda a gente se envolve a 100% no início de um relacionamento, e está tudo bem, contando que não te esqueças de viver a tua vida. Algumas pessoas pensam que ao começarem novos relacionamentos devem usar todo o seu tempo e energia nisso. Assim, colocam a sua vida, hobbies e interesses em modo de espera para que possam estar sempre disponíveis para a sua nova paixão. É uma má decisão, que pode levar ao arrependimento e, por sua vez, desgasta a outra pessoa.

A alternativa mais saudável é, de facto darem espaço um ao outro, e terem vidas fora do relacionamento.

1. Colocar a tua própria vida em stand by

Toda a gente se envolve a 100% no início de um relacionamento, e está tudo bem, contando que não te esqueças de viver a tua vida. Algumas pessoas pensam que ao começarem novos relacionamentos devem usar todo o seu tempo e energia nisso. Assim, colocam a sua vida, hobbies e interesses em modo de espera para que possam estar sempre disponíveis para a sua nova paixão. É uma má decisão, que pode levar ao arrependimento e, por sua vez, desgasta a outra pessoa.

A alternativa mais saudável é, de facto darem espaço um ao outro, e terem vidas fora do relacionamento.

2. Ignorar sinais de alerta

Num esforço para ser “fixe” no início do relacionamento, podes estar a ir com o fluxo e não falares quando algo te incomoda. Mas, isso pode e vai levar a problemas mais adiante – especialmente se estás a ignorar os sinais de alerta.

Muitas pessoas descartam alguns sinais de alerta porque algum outro aspecto da pessoa ou relacionamento é bom. Contudo, não abordar esses aspectos, pode ser fatal a longo prazo. Talvez alguém tenha o trabalho certo ou o olhar certo, mas não escuta, por exemplo. Portanto, é importante que saibas o que esperar de um relacionamento e, se o novo não está a comprometer-se já é um sinal que deve ser revisto.

2. Ignorar sinais de alerta

Num esforço para ser “fixe” no início do relacionamento, podes estar a ir com o fluxo e não falares quando algo te incomoda. Mas, isso pode e vai levar a problemas mais adiante – especialmente se estás a ignorar os sinais de alerta.

Muitas pessoas descartam alguns sinais de alerta porque algum outro aspecto da pessoa ou relacionamento é bom. Contudo, não abordar esses aspectos, pode ser fatal a longo prazo. Talvez alguém tenha o trabalho certo ou o olhar certo, mas não escuta, por exemplo. Portanto, é importante que saibas o que esperar de um relacionamento e, se o novo não está a comprometer-se já é um sinal que deve ser revisto.

3. Esquecer de cultivar o amor real

Construir um relacionamento baseado em coisas superficiais – como sexo ótimo, ou quanto dinheiro alguém tem – pode configurá-lo para um fracasso a longo prazo. É importante cultivares uma conexão real com o teu parceiro/a. Num relacionamento duradouro e real, a beleza física, o saldo bancário ou se o/a parceiro/a satisfaz todos os teus desejos, é irrelevante quando não existe amor verdadeiro. Aprende a amar a pessoa real com quem estás e não o que ela representa.

3. Esquecer de cultivar o amor real

Construir um relacionamento baseado em coisas superficiais – como sexo ótimo, ou quanto dinheiro alguém tem – pode configurá-lo para um fracasso a longo prazo. É importante cultivares uma conexão real com o teu parceiro/a. Num relacionamento duradouro e real, a beleza física, o saldo bancário ou se o/a parceiro/a satisfaz todos os teus desejos, é irrelevante quando não existe amor verdadeiro. Aprende a amar a pessoa real com quem estás e não o que ela representa.

4. Dizer “sim” quando, realmente, queres dizer “não”

O início de um relacionamento é sobre estabeleceres como gostas de ser tratado/a, e como gostavas que a dinâmica do teu relacionamento ocorra. Então, não tenhas o hábito de dizer “sim” quando, realmente, queres dizer. “não”. Manter este padrão certamente vai deixar-te irritado/a e ressentido/a.

Além disso, deixas de estabelecer limites, que são essenciais nos relacionamentos duradouros. Quando não desenhamos a linha sobre onde estão os nossos limites, estamos a comunicar ao nosso/a parceiro/a que estamos bem com algo que realmente nos incomoda. Assim, acabamos por estabelecer falsas expectativas. Isso pode levar a confusão e desconfiança no caminho.

Muito melhor dar a descobrir a tua comunicação emocional e habilidades de resolução de problemas logo ao início.

4. Dizer “sim” quando, realmente, queres dizer “não”

O início de um relacionamento é sobre estabeleceres como gostas de ser tratado/a, e como gostavas que a dinâmica do teu relacionamento ocorra. Então, não tenhas o hábito de dizer “sim” quando, realmente, queres dizer. “não”. Manter este padrão certamente vai deixar-te irritado/a e ressentido/a.

Além disso, deixas de estabelecer limites, que são essenciais nos relacionamentos duradouros. Quando não desenhamos a linha sobre onde estão os nossos limites, estamos a comunicar ao nosso/a parceiro/a que estamos bem com algo que realmente nos incomoda. Assim, acabamos por estabelecer falsas expectativas. Isso pode levar a confusão e desconfiança no caminho.

Muito melhor dar a descobrir a tua comunicação emocional e habilidades de resolução de problemas logo ao início.

5. Contar pequenas e “inocentes” mentiras

A menos que queiras viver uma mentira pelos próximos 20 a 30 anos, ou viveres com medo de ser descoberto/a, resiste à vontade de contar mentiras durante os primeiros meses do teu relacionamento. Também é comum esconderes os teus defeitos pelo maior tempo possível, mas todos sabemos que isso não é sustentável.

Eventualmente, terás que esclarecer todos os teus segredos, peculiaridades e excentricidades. Ou, o/a teu/a parceiro/a pode descobrir essas coisas por conta própria, e isso pode levar a discussões, além da falta de confiança.

Mentiras, mesmo as mais inocentes, não fazem uma base saudável para um relacionamento de longo prazo.

Uma relação é baseada no respeito e compreensão da confiança mútua. Se não és aberto/a e honesto/a com o/a teu/a parceiro/a, como uma base sólida poderá ser desenvolvida?

5. Contar pequenas e “inocentes” mentiras

A menos que queiras viver uma mentira pelos próximos 20 a 30 anos, ou viveres com medo de ser descoberto/a, resiste à vontade de contar mentiras durante os primeiros meses do teu relacionamento. Também é comum esconderes os teus defeitos pelo maior tempo possível, mas todos sabemos que isso não é sustentável.

Eventualmente, terás que esclarecer todos os teus segredos, peculiaridades e excentricidades. Ou, o/a teu/a parceiro/a pode descobrir essas coisas por conta própria, e isso pode levar a discussões, além da falta de confiança.

Mentiras, mesmo as mais inocentes, não fazem uma base saudável para um relacionamento de longo prazo.

Uma relação é baseada no respeito e compreensão da confiança mútua. Se não és aberto/a e honesto/a com o/a teu/a parceiro/a, como uma base sólida poderá ser desenvolvida?

Enfim, se desejas ardentemente ter um novo relacionamento em grande, fica atento/a à tentação de cometeres esses 5 erros comuns. Nunca deixes a tua vida em Stand By, vive-a em grande e não te descuides de ti próprio/a. Igualmente importante é estares a observar os sinais de alerta, pois, em alguns casos, o teu/a «par perfeito» ainda não chegou. Contudo, para que alcances a perfeição desejada investe no amor real e não em imagens criadas, sê sempre verdadeiro/a, não contes meias verdades e nunca digas um SIM no lugar de um NÃO.

Com esses cuidados, vive ardentemente a tua nova paixão, sê feliz e faz da tua vida um grande e alegre momento de celebração.

—-

Acreditamos em histórias de amor verdadeiras e intensas e, por isso, queremos que todos os nossos clientes tenham uma experiência inesquecível ao conhecerem o seu match.

Por esta razão, dispomos de uma equipa de dating coaches que te vão ajudar a planear, descomplicar, aprender a deixar fluir com segurança e fazer com que nunca mais te esqueças do primeiro encontro com o novo amor da tua vida.

Estás preparado/a para abraçar o Amor? Agenda a tua entrevista telefónica gratuita com a nossa Coach Adviser Joana Carvalho Costa:  

www.match74.com/contactos/ e sabe como podemos ajudar!

 

Enfim, se desejas ardentemente ter um novo relacionamento em grande, fica atento/a à tentação de cometeres esses 5 erros comuns. Nunca deixes a tua vida em Stand By, vive-a em grande e não te descuides de ti próprio/a. Igualmente importante é estares a observar os sinais de alerta, pois, em alguns casos, o teu/a «par perfeito» ainda não chegou. Contudo, para que alcances a perfeição desejada investe no amor real e não em imagens criadas, sê sempre verdadeiro/a, não contes meias verdades e nunca digas um SIM no lugar de um NÃO.

Com esses cuidados, vive ardentemente a tua nova paixão, sê feliz e faz da tua vida um grande e alegre momento de celebração.

—-

Acreditamos em histórias de amor verdadeiras e intensas e, por isso, queremos que todos os nossos clientes tenham uma experiência inesquecível ao conhecerem o seu match.

Por esta razão, dispomos de uma equipa de dating coaches que te vão ajudar a planear, descomplicar, aprender a deixar fluir com segurança e fazer com que nunca mais te esqueças do primeiro encontro com o novo amor da tua vida.

Estás preparado/a para abraçar o Amor? Agenda a tua entrevista telefónica gratuita com a nossa Coach Adviser Joana Carvalho Costa:  

www.match74.com/contactos/ e sabe como podemos ajudar!

 

COVID-19

Devido à situação atual gerada pelo vírus COVID-19 e de acordo com as recomendações dadas pela DGS, informamos que os encontros físicos estão suspensos.

Assim que se reunam todas as condições de segurança, estaremos de volta.

Contamos que seja o mais breve possível.
Protejam-se que desta forma cuidamos de todos nós.

Até já!
Match74