fbpx

COMO FALAR SOBRE A RELAÇÃO COM O PARCEIRO SEM SER ABORRECIDO OU CRIAR UMA DISCUSSÃO

Todos as relações, para serem saudáveis e harmoniosas, exigem respeito. Este respeito conquista-se através de uma série de variáveis como: saber ouvir o outro, saber comunicar, saber confrontar, ter e dar espaço individual, ter tempo de casal, conversar…

A verdade é que não existem relações perfeitas e mesmo aquelas que o parecem ser, eu desmistifico: não são, só parecem! Todos os casais discutem, se zangam e se irritam. E estes momentos são um mal necessário para uma relação feliz. Eles acabam por resultar numa partilha de opiniões diferentes e isto é um reflexo de uma relação íntima e saudável, pois existe um espaço e uma possibilidade de expor aquilo que se sente sem que haja desconforto.

No entanto, nem toda a gente tem facilidade em expor aquilo que sente, ao mesmo tempo que também existem pessoas que têm dificuldade em ser confrontados com uma realidade mais desconfortável dentro da relação.

COMO FALAR SOBRE A RELAÇÃO COM O PARCEIRO SEM SER ABORRECIDO OU CRIAR UMA DISCUSSÃO

Todos as relações, para serem saudáveis e harmoniosas, exigem respeito. Este respeito conquista-se através de uma série de variáveis como: saber ouvir o outro, saber comunicar, saber confrontar, ter e dar espaço individual, ter tempo de casal, conversar…

A verdade é que não existem relações perfeitas e mesmo aquelas que o parecem ser, eu desmistifico: não são, só parecem! Todos os casais discutem, se zangam e se irritam. E estes momentos são um mal necessário para uma relação feliz. Eles acabam por resultar numa partilha de opiniões diferentes e isto é um reflexo de uma relação íntima e saudável, pois existe um espaço e uma possibilidade de expor aquilo que se sente sem que haja desconforto.

No entanto, nem toda a gente tem facilidade em expor aquilo que sente, ao mesmo tempo que também existem pessoas que têm dificuldade em ser confrontados com uma realidade mais desconfortável dentro da relação.

O que fazer nestes casos?

Em qualquer um dos cenários acima, manter a calma e o respeito ao conversar com o outro é essencial. Muitas vezes manter a estabilidade e controlo emocional ao falar sobre a relação pode não ser fácil, mas é muito importante. Pois só assim é possível deixares claro aquilo que pretendes com a conversa, ser direto e assertivo sobre os teus sentimentos, ao mesmo tempo que falas de uma forma carinhosa e cuidada.

Se acreditas que há algum desconforto na vossa relação sê sincero e específico, abre o teu coração, explica o que sentes e foca-te apenas nessa premissa. Ou seja, quando iniciares a conversa tem bem presente aquilo que queres comunicar. A ideia é terminares a conversa com o assunto bem conversado e não com uma avalanche de todos os problemas que advieram dessa conversa.

Quando falas sobre a tua relação podes tornar-te extremamente aborrecido ou originar uma discussão, para evitares isso vai direto ao assunto, abre o teu coração e não te foques noutro problema do qual não ias falar.

O que fazer nestes casos?

Em qualquer um dos cenários acima, manter a calma e o respeito ao conversar com o outro é essencial. Muitas vezes manter a estabilidade e controlo emocional ao falar sobre a relação pode não ser fácil, mas é muito importante. Pois só assim é possível deixares claro aquilo que pretendes com a conversa, ser direto e assertivo sobre os teus sentimentos, ao mesmo tempo que falas de uma forma carinhosa e cuidada.

Se acreditas que há algum desconforto na vossa relação sê sincero e específico, abre o teu coração, explica o que sentes e foca-te apenas nessa premissa. Ou seja, quando iniciares a conversa tem bem presente aquilo que queres comunicar. A ideia é terminares a conversa com o assunto bem conversado e não com uma avalanche de todos os problemas que advieram dessa conversa.

Quando falas sobre a tua relação podes tornar-te extremamente aborrecido ou originar uma discussão, para evitares isso vai direto ao assunto, abre o teu coração e não te foques noutro problema do qual não ias falar.

Ouve verdadeiramente o que eu teu parceiro ou a tua parceira tem a dizer sobre o assunto. Ouvir e responder o que o outro diz melhora significativamente a compreensão mútua. Se mantiveres esta postura, o outro, de uma forma inconsciente vai ter a tendência de te imitar. Isto é, mesmo discordando do que te está as ser dito não precisas de entrar em discussão, podes iniciar a tua resposta com “Entendo o que dizes, no entanto…” ou “Compreendo o que sentes, contudo acredito que…”. Acredita em mim, se não abrires espaço a uma discussão com gritos, ela não vai acontecer. E não precisas de virar costas, apenas tens que ser consciente das tuas palavras e tom que utilizas.

Pensa nos sentimentos do teu parceiro, tu sabes muito bem quais são os seus limites e, esforça-te para não os ultrapassares. Ao conversares sobre a relação é importante levar os sentimentos dele em consideração, pois é um assunto que pode fazer com que os dois se sintam mais vulneráveis ou inseguros, por isso, é importante teres esse cuidado ao decidires o que vai ser dito.

Quando estiveres a terminar a conversa concentra-te nos aspetos positivos, isso vai fazer com que se relembrem da conversa como uma coisa boa e vão ter vontade de repetir sempre que algo na relação precise de ser conversado. Ao se focarem nas coisas boas vão perceber que vale a pena continuar a lutar e a viver uma relação saudável, feliz e harmoniosa.

Ouve verdadeiramente o que eu teu parceiro ou a tua parceira tem a dizer sobre o assunto. Ouvir e responder o que o outro diz melhora significativamente a compreensão mútua. Se mantiveres esta postura, o outro, de uma forma inconsciente vai ter a tendência de te imitar. Isto é, mesmo discordando do que te está as ser dito não precisas de entrar em discussão, podes iniciar a tua resposta com “Entendo o que dizes, no entanto…” ou “Compreendo o que sentes, contudo acredito que…”. Acredita em mim, se não abrires espaço a uma discussão com gritos, ela não vai acontecer. E não precisas de virar costas, apenas tens que ser consciente das tuas palavras e tom que utilizas.

Pensa nos sentimentos do teu parceiro, tu sabes muito bem quais são os seus limites e, esforça-te para não os ultrapassares. Ao conversares sobre a relação é importante levar os sentimentos dele em consideração, pois é um assunto que pode fazer com que os dois se sintam mais vulneráveis ou inseguros, por isso, é importante teres esse cuidado ao decidires o que vai ser dito.

Quando estiveres a terminar a conversa concentra-te nos aspetos positivos, isso vai fazer com que se relembrem da conversa como uma coisa boa e vão ter vontade de repetir sempre que algo na relação precise de ser conversado. Ao se focarem nas coisas boas vão perceber que vale a pena continuar a lutar e a viver uma relação saudável, feliz e harmoniosa.

—–

Na Match74 acreditamos em verdadeiras histórias de amor e, por isso, queremos que todos os nossos clientes tenham uma experiência inesquecível.

Cabe a nós, fazer todo o trabalho de descobrir o perfil de pessoa que melhor se adequa a ti e apresentar-te os perfis que acreditamos que possam ser a tua cara-metade.

A ti, cabe desfrutares do momento e em cada encontro revelares a tua melhor versão com alguém especial. A primeira acção é tua, contacta-nos!

—–

Na Match74 acreditamos em verdadeiras histórias de amor e, por isso, queremos que todos os nossos clientes tenham uma experiência inesquecível.

Cabe a nós, fazer todo o trabalho de descobrir o perfil de pessoa que melhor se adequa a ti e apresentar-te os perfis que acreditamos que possam ser a tua cara-metade.

A ti, cabe desfrutares do momento e em cada encontro revelares a tua melhor versão com alguém especial. A primeira acção é tua, contacta-nos!

COVID-19

Devido à situação atual gerada pelo vírus COVID-19 e de acordo com as recomendações dadas pela DGS, informamos que os encontros físicos estão suspensos.

Assim que se reunam todas as condições de segurança, estaremos de volta.

Contamos que seja o mais breve possível.
Protejam-se que desta forma cuidamos de todos nós.

Até já!
Match74